Onde está Deus na tragédia?

Há cerca de 6 meses atrás o mundo acordou com a triste notícia da queda do avião que levava os jogadores da Chapecoense para o jogo mais importante de sua história. Além dos jogadores haviam também diretores, comissão técnica, jornalistas e tripulação.

Com a mais profunda tristeza em nossos corações, começamos a procurar palavras para explicar o inexplicável. Procuramos entender o ininteligível, compreender algo que simplesmente não cabe em nossas mentes e corações.

Procuramos palavras para expressar um sentimento que na verdade jamais desejaríamos possuir; e nos pegamos sem querer, consternados, atônitos, mudos.

Como entender que o “milagre” daquela defesa do goleiro Danilo  nos acréscimos da semifinal, que enlouqueceu a Arena Condá, seria o passaporte para uma viagem sem volta? A pergunta que você não quer fazer, mas que não sai da mente nesta hora é: Onde estava Deus quando isso aconteceu? Não seria melhor então ter sofrido o gol e ter perdido aquele jogo e ficado pelo caminho da Copa Sul-Americana? Com certeza a tristeza profunda da derrota, jamais se compararia com a perda de tantos talentos, e o luto de tantas famílias.

Estou convicto que toda Chapecó, ou melhor, que todo o Brasil trocaria a classificação pela vida de cada um de nossos irmãos e mais uma vez me pergunto onde estava Deus?

Algumas pessoas tem certa tendência em procurar culpados devido a dor em momentos difíceis, mas precisamos entender que coisas ruins acontecem todos os dias, umas mais marcantes, outras menos, umas ganham destaques internacionais e outras acontecem onde nenhuma câmera está gravando. Um mundo caído que está clamando pela justiça e paz que somente O Criador pode conceder novamente e esta dádiva ele concedeu aos seus filhos.

E esse é o nosso papel, manifestar a presença do criador em todo tempo e independente das circunstâncias. O Apóstolo Paulo diz que: “A natureza criada aguarda, com grande expectativa, que os filhos de Deus sejam revelados.” O mundo espera a ação dos filhos de Deus, e se você ainda não entendeu onde Deus está enquanto tudo isso acontece, eu posso te dizer…

Deus estava com todos naquele avião, Ele estava com as equipes de resgates, Ele está consolando a cada um dos familiares, Ele está com todos os amigos que estão dando amparo uns aos outros, Ele está ouvindo as suas orações em prol de cada família que está sofrendo, Ele está em nossos corações em todas as horas.

Podemos dizer como o pensador de Eclesiastes:

“Assim, descobri que, para o homem, o melhor e o que mais vale a pena é comer, beber e desfrutar o resultado de todo o esforço que se faz debaixo do sol durante os poucos dias de vida que Deus lhe dá, pois essa é a sua recompensa. E, quando Deus concede riquezas e bênçãos a alguém e o capacita a desfrutá-los, a aceitar a sua sorte e a ser feliz em seu trabalho, isso é um presente de Deus. Raramente essa pessoa fica pensando na brevidade de sua vida, porque Deus o mantém ocupado com a alegria do coração.”

Eclesiastes 5:18-20 NVI

E terminar orando como Francisco de Assis

“Senhor dê-me força para mudar o que pode ser mudado”…
“Resignação para aceitar o que não pode ser mudado”…
“E sabedoria para distinguir uma coisa da outra.”

Não quero dizer que não dói, porque dói.
Mas fiquemos com Deus, pois Ele sempre tem planos maiores do que nossa mente humana pode entender.

Edificou? Edifique mais alguém e compartilhe!

Rodolfo Nalini

Criador e editor do blog Energia Gospel. Administrador de formação, casado. Nascido em São Paulo. Futebol, aventura e séries são meus hobbies. Servo de Cristo, pregador, gosto de rap cristão, curto inovações e amo formas diferentes de evangelismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *